Proposta foi apresentada pelas empresas Rongás, Amazônica Energy e Mitsubishi

13/Dez/2018 - 10:58

A logística da operação seria feita a partir do porto de Itaquatiara

O prefeito Hildon Chaves recebeu representantes das empresas Rongás, Amazônica Energy e da Mitsubishi Corporation, que apresentaram a proposta para trazer gás natural para Porto Velho. Uma iniciativa que deve gerar ganho principalmente na geração de energia termoelétrica, através da utilização do GNL (Gás Natural Liquefeito).

A reunião com os empresários aconteceu na última terça-feira (11/12), no gabinete da Prefeitura, e foi intermediada pelo secretário adjunto da Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família Semasf, Alvaro Luiz Mendonça de Oliveira.

A proposta apresentada mostrou a possibilidade uma nova tecnologia para o envazamento do produto GNL, que pode ser transportado através de gasoduto e/ou containers, em barcaças pelo rio Madeira. “A chegada do gás natural a Porto Velho fomentará a economia tanto na capital quanto nos demais municípios de Rondônia, uma vez que representa uma nova matriz energética, o que favorece o desenvolvimento industrial do estado”, afirmou Alvaro.

“A logística da operação seria feita a partir do porto de Itaquatiara até algum porto em Porto Velho. A Mitsubishi Corporation seria a empresa que tem acesso a reservas desse gás na América Central e colocaria o produto no porto Amazonense. O transporte a Porto Velho seria através de barcaças, pelo rio Madeira. A Rongás seria a distribuidora”, esclareceu o secretário adjunto.

Para o prefeito Hildon Chaves, o gás natural em Rondônia é uma realidade que está sendo desenhada e que pode gerar redução, inclusive, na prestação de vários serviços, uma vez que, conforme apresentado, teria um custo 40% menor em relação ao diesel. "É uma grande expectativa com relação a isso. Porto Velho e o estado de Rondônia podem ter uma grande expansão, já que, através do uso dessa tecnologia, devem ser barateados os custos industriais e até o transporte público", destacou o prefeito.Nessa primeira apresentação, também estiveram presentes representantes do Governo do Estado e de outras empresas envolvidas no projeto.

Fonte: Comdecom

logotipo da prefeitura de porto velho